terça-feira, 31 de maio de 2011

Caderninho de fadas

- Ah, você não trouxe seu caderninho?

Os olhos do professor brilhavam com doçura, se divertindo, ao observar a aluna. Havia algo de Brilho naquele senhor, que tinha Pendor à literatura...

- Não...

- A Lílian sem caderninho não é Lílian!

A menina ri.

- É, senti falta dele hoje...

- Caderninho de fadas.

Ela sorri ainda mais.

- Por que caderninho de fadas, professor?

- Porque fadas escrevem seus segredinhos nesses caderninhos, feitiços, pós mágicos... - E fez que jogava pó mágico sobre a cabeça dela. Naquele momento, Lílian se viu invadida por algum sentimento forte, que a fez sentir-se capaz de fazer coisas incríveis, como escrever tanto quanto sua escritora favorita.