terça-feira, 17 de maio de 2011

Doce lembrança


Litoral, final de temporada, e aquele pesado clima de que algo bom está chegando ao fim, e, por mais que se tente aproveitar seus últimos momentos, sabe-se que não se pode evitar que o tempo corra.

Os avós despediam-se do filho e de sua família para voltar para a capital. De repente a neta mais velha lembra-se de que ficou de tomar sorvete com a avó numa sorveteria ali perto, e fala:

- Ê, vó, e você não tomou aquele sorvete!

A vó deu uma pausa, vasculhando a memória já preguiçosa.

- É... não..., disse ela, pensativa. - Deixe, você toma, e lembra de mim.

A neta sorriu e não conseguiu conter as lágrimas.