terça-feira, 15 de novembro de 2011

Bombons e pebolim


- Stefani, jogue as embalagens fora.

- Não, eu sempre jogo, jogue você hoje.

- Você que comeu a maioria dos bombons.

- Patrícia, jogue!

A mãe, ao ver as duas filhas discutindo, interrompe, fazendo uso de sua expressão ameaçadora e de sua infalível onisciência:

- Não, ninguém vai jogar mais pebolim, a gente já ´tá indo embora!